Português para concursos. Dicas para planejar seu estudo!

Olá pessoal! Começar a estudar para concurso público não é uma tarefa fácil isso todo mundo sabe. Começar sem planejamento é pior ainda, você não sabe para onde vai, onde tem material, o que presta e o que não presta e por aí vai… é um sofrimento!

Mas calma, vou colocar aqui uma sequência de dicas para começar a estudar falando um pouquinho de cada matéria considerada básica, iniciando pela Língua Portuguesa. Mas preste atenção! São apenas dicas, um norte, você não deve se prender somente a isso. Não cometa este erro! Quem quer passar em concurso deve sempre buscar outras fontes e ficar atualizado com relação as matérias cobradas.

Links Patrocinados

Outro ponto importante, vamos focar na banca Cebraspe. Essa banca é temida e odiada por muitos por essa razão vamos atacar essa banca que é considerada uma das mais difíceis. Vamos lá!

Língua Portuguesa para Concursos Públicos

Geralmente o quando o edital é divulgado você se depara com um conteúdo extenso e que na maioria das vezes nem é cobrado em sua totalidade.

A primeira dica é: Copie e cole o conteúdo programático de português em um doc. ou word. Dessa maneira você isola a matéria e consegue fazer uma análise mais tranquila sem aquele monte de informação.

Segunda dica: Separe os tópicos da parte de língua portuguesa, e elabore um planejamento para terminar aquela parte do edital em determinado período. Não precisa ser nada muito bem elaborado, você só precisa dar um pontapé inicial para poder ver os resultados.

Como fazer o planejamento?

Você verá o edital dessa maneira:

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Leitura e análise de textos. 2 Estruturação do texto e dos parágrafos. 3 Articulação do texto: pronomes e expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais. 4 Significação contextual de palavras e expressões. 5 Interpretação: pressuposições e inferências; implícitos e subentendidos. 6 Variedades de texto e adequação de linguagem. 7 Equivalência e transformação de estruturas. 8 Discurso direto e indireto. 9 Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. 10 Emprego de tempos e modos verbais. 11 Pontuação. 12 Estrutura e formação de palavras. 13 Funções das classes de palavras. 14 Flexão nominal e verbal. 15 Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. 16 Concordância nominal e verbal. 17 Regência nominal e verbal. 18 Ocorrência de crase. 19 Ortografia oficial. 20 Acentuação gráfica. 21 Figuras de linguagem.

Que loucura!! Entendi foi nada… Bora melhorar!

Essa parte do edital deverá ficar assim:

  1. Leitura e análise de textos.
  2. Estruturação do texto e dos parágrafos.
  3. Articulação do texto: pronomes e expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais.
  4. Significação contextual de palavras e expressões.
  5. Interpretação: pressuposições e inferências; implícitos e subentendidos.
  6. Variedades de texto e adequação de linguagem.
  7. Equivalência e transformação de estruturas.
  8. Discurso direto e indireto.
  9. Sintaxe: processos de coordenação e subordinação.
  10. Emprego de tempos e modos verbais.
  11. Pontuação.
  12. Estrutura e formação de palavras.
  13. 13 Funções das classes de palavras.
  14. Flexão nominal e verbal.
  15. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação.
  16. Concordância nominal e verbal.
  17. Regência nominal e verbal.
  18. Ocorrência de crase.
  19. Ortografia oficial.
  20. Acentuação gráfica.
  21. Figuras de linguagem.

A leitura fica mais fácil, menos cansativa quando é feita por tópicos. A partir daí você pode organizar em uma tabela do Excel os dias da semana que você estudará cada tópico.

Veja o exemplo:

 

Gostou das dicas? Se você tem outras dicas de melhorar os estudos entre em contato com nossa redação! Faremos questão de publicar sua dica aqui!

Bons estudos e continue acompanhando nossos artigos e questões resolvidas.

 

 

 

Comente aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: